RSS

É admissível tentativa, no roubo impróprio?

29 mar

Um primeiro entendimento é no sentido da não admissão da tentativa, pois ou a violência é exercida e, então, tem-se a consumação do delito de roubo, ou não há violência, ensejando a prática do delito de furto (doutrina Damásio de Jesus).

Entretanto, o entendimento que PREVALECE é no sentido da possibilidade da tentativa na seguinte hipótese: o agente, depois de se apoderar do bem, tenta empregar a violência ou a grave ameaça, mas não consegue. Resta configurado, portanto, a tentativa do crime. (Rogério Sanches, Mirabete, Nucci e outros).

Fonte: citação da fonte (JusBrasil) (Luciano Vieiralves Schiappacassa)

 
Deixe um comentário

Publicado por em 29/03/2011 em 182 Juiz SP, Concursos, Penal

 

Tags: , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: